Fotografia: COF

O Oliveira do Bairro continua a desiludir e começa a ver os lugares de descida sem necessidade de usar “óculos”, pois caso desçam cinco equipas filiadas na AFA do Campeonato de Portugal, apenas tem mais um ponto do primeiro clube a descer. Os Falcões receberam o Romariz, que estava em branco nos jogos fora de casa, e empatou a um golo. Um mau resultado e mais um jogo em que Carmindo Dias não conseguiu ganhar. E com a saída de Rafael para o estrangeiro e da possível grave lesão de Hugo Paulo, as soluções no plantel não abundam.

Sem solução está o Mealhada, que colecionou mais uma derrota e uma goleada, na casa do Paivense.

2-Apesar de estar longe dos lugares de decisão, o Lourosa, principalmente em casa, é um adversário a ter em conta, daí que não se esperam facilidades para o Oliveira do Bairro, que precisa de uma injeção de moral para regressar às vitórias.

Em casa, o Mealhada defronta o Cucujães, que luta com tudo para fugir aos lugares de despromoção. Será este jogo o ideal para os bairradinos voltarem a somar pontos?

 

II DIVISÃO

 

SÉRIE C. 1-Com o Vista Alegre praticamente com a subida garantida, o Fermentelos não deixou fugir o segundo lugar ao vencer no reduto do Requeixo.

O Mourisquense recuperou o terceiro lugar (o Oiã já havia jogado e ganho ao Rocas do Vouga) ao golear em casa o Sosense por 6-1.

Sem vencer há cinco jogos, o Águas Boas voltou a ficar em branco, ao perder em casa com o Valonguense, adversário que começa a morder os calcanhares ao Oiã, quarto classificado.

Apesar da réplica, a LAAC não passou no terreno do Pessegueirense. Tal como aventámos, Macinhatense e Beira-Vouga dividiram os pontos.

2-Com um percurso praticamente imaculado (apenas perdeu dois pontos), o líder Vista Alegre visita a LAAC na firme disposição de continuar na senda das vitórias. E é capaz de ser bem-sucedido.

O mesmo se aplica ao Fermentelos que, mesmo se tratando de um dérbi concelhio, tem todas as condições para levar de vencida o Macinhatense.

O Oiã não deverá ter grandes problemas no reduto do Beira-Vouga, assim como o Mourisquense na casa do Requeixo.

Apesar de estar a perder terreno, o Estarreja B, em casa, tudo fará para contrariar qualquer tipo de ideias ao Águas Boas. Jogo complicado para os bairradinos.

O Sosense regressa ao concelho de Águeda, agora para medir forças com o Valonguense e, tal como no jogo com o Mourisquense, as possibilidades de êxito são escassas.

 

SÉRIE D. 1-Um golo foi suficiente para o Famalicão amealhar mais três pontos e a liderança com mais 8 pontos para o Calvão, que viu-se e desejou-se para vencer no terreno do Ribeira/Azenha.

O Carqueijo empatou em casa com o Mamarrosa e perdeu o terceiro lugar para a Juve Force, que não teve dificuldades em vencer no Luso. O Bustos, em casa, não aproveitou para chegar à quarta posição, ao empatar com o Santo André.

VN Monsarros e Aguinense dividiram os pontos. Já o CRAC goleou em casa o Antes (4-0).

2-O Famalicão joga na casa do Aguinense, num jogo que à partida tem tudo para ser feliz.

O Calvão faz a receção ao VN Monsarros e terá de ser igual a si próprio, pois os vilanovenses já não perdem há cinco jogos.

Também em casa, a Juve Force não pode menosprezar o Mamarrosa, adversário capaz do bom e do pior.

Mas o jogo grande da jornada é sem dúvida o Bustos – Carqueijo. Em causa, para já, está o quarto lugar. Os locais têm menos dois pontos e se querem entrar na luta direta pela subida, terão de ganhar.

O Paredes do Bairro recebe o Luso, num jogo em que as duas equipas pretendem regressar às vitórias.

Os dois últimos jogam entre si, com o Antes a receber o Ribeira/Azenha. Empate em perspetiva!

Dérbi em Vagos com o Santo André a medir forças com o CRAC. Pelo desempenho de ambos, apostamos na divisão dos pontos.