A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), em parceria com a Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEC), a Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI), a EDP Distribuição e a Rede Elétrica Nacional (REN), escolheu o Parque Empresarial do Casarão (Águeda) para a fase piloto da iniciativa “Selo de Qualidade e+”, que visa divulgar e valorizar as medidas de melhoria da qualidade do serviço de energia elétrica concretizadas pelos gestores de parques empresariais e industriais.
O protocolo para o lançamento da iniciativa foi assinado recentemente em Coimbra e conta com mais cinco parques empresariais/industriais: ZILS – Zona Industrial e Logística de Sines, Parque Empresarial de Tavira, Parque Empresarial de Chaves, Parque de Negócios de Rio Maior e Parque Empresarial do Sátão.
Para Gil Nadais, presidente da Câmara Municipal de Águeda, autarquia gestora do Parque Empresarial do Casarão, “pretende-se que este selo, a par da questão da competitividade, seja uma ferramenta de atração de potenciais clientes, contribuindo para as empresas tomarem a melhor decisão no momento da escolha da localização da sua atividade”.
À seleção dos locais-piloto, segue-se agora, com a colaboração da EDP Distribuição e da REN, a instalação dos equipamentos para que se possa aferir nesses locais a qualidade de fornecimento do serviço de energia elétrica.
O “Selo de Qualidade e+” é a segunda iniciativa da campanha promovida pela ERSE “A Qualidade de Serviço Cabe a Todos”, que se baseia em parcerias com um conjunto de entidades que se relacionam com o setor elétrico. Esta iniciativa, de caráter voluntário, tem com objetivo valorizar as medidas de melhoria da qualidade de serviço da energia elétrica dos parques empresariais e industriais que aderiram a esta iniciativa. Com este selo, pretende-se dotar os gestores de parques empresariais e industriais de uma ferramenta de competitividade e de promoção da qualidade de serviço elétrico e a atração de novas empresas.